Molho Chimichurri

Gente, esse molhinho delicioso é muito consumido na Argentina e eu não sei em que grau, mas o vi no Uruguay também. É muito utilizado para acompanhar as parrillas e sanduíches, como o Choripán (sanduíche argentino feito com linguiça toscana) ou seja,  é utilizado como acompanhamento para churrasco. 

Existe no mercado uma combinação de ervas secas para chimichurri que embora considere válido para quem tem pressa ou não tem acesso às ervas frescas, não se compara ao molho preparado com as ervas in natura, até porque o único trabalho é o de picar as ervas. 

Existem algumas teorias de que quanto mais tempo guardado, fica melhor; mas não é verdade, este molho se conserva bem em geladeira devendo ser consumido em no máximo 48 horas. Após este período perde suas características e o seu frescor.  

 

Ingredientes:

  • 1/2 maço de salsa
  • 2 colheres (sopa) de orégano fresco picado (só as partes tenras)
  • 4 dentes de alho amassados
  • 1/2 xícara (chá) de cebolinha picada
  • 1 pimenta dedo-de-moça (ou à gosto)
  • 2 colheres (sopa) de vinagre de vinho
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 1/2 xícara (chá) de azeite de oliva
  • Sal e pimenta-do-reino à gosto

Modo de Preparo:

Pique todas as ervas bem miudinho. Abra a pimenta, retire as sementes e pique. Num socador (se tiver, se não amasse com amassador ou pique muito miúdo), coloque o alho e o sal e soque até formar uma pasta.

Coloque todos os ingredientes numa tigela pequena e mexa para incorporar bem e está pronto.

Rendimento: 1 xícara (chá) aproximadamente

Nível de dificuldade: fácil

 

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.