Pavlova

Criada pela bailarina russa Anna Pavlova, após retornar de uma turnê na Austrália e Nova Zelândia em 1926, a pavlova se popularizou e teve sua criação reivindicada pelos dois países.  Atualmente os dois países consideram a sobremesa seus pratos nacionais. Apesar de seu tempo de forno ser um pouco demorado, pois o suspiro deve ser cozido lentamente, o seu preparo é bastante fácil. Apesar de (como todo prato) ter aparecido novas criações, a pavlova original é preparada com frutas. O contraste do merengue, o chantilly e as frutas resulta em uma sobremesa leve e delicada. Pode-se dizer também que é muito versátil, pois basta mudar as frutas e cria-se uma cara nova. Como sempre digo, use sua criatividade e abuse das combinações de frutas possíveis. 

 

Ingredientes:

  • 4 claras
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (chá)  de vinagre branco
  • 1 colher (chá) de amido de milho
  • 1/2 colher (chá) de extrato de baunilha
  • 2 xícaras (chá) de creme de leite fresco (mínimo 35% de gordura)
  • 1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
  • 1/2 manga (cortada da forma que você preferir)
  • 1 maracujá

Modo de Preparo:

Merengue:

Separe cuidadosamente as claras das gemas, quebrando um a um e abrindo num recipiente separado antes de colocar na tigela, pois uma gotinha de gema que seja comprometerá o resultado do merengue que não alcançará o ponto. Certifique-se de que a tigela e os batedores estejam limpos e secos. Bata as claras em neve, com picos moles, acrescente o vinagre, a baunilha e vá acrescentando o açúcar previamente misturado ao amido, aos poucos, batendo após cada adição. Quando o merengue estiver espesso e brilhante, estará pronto.

Risque com um lápis, usando uma forma ou um prato, um círculo do tamanho que você quer a pavlova em papel manteiga e coloque sobre uma assadeira. Espalhe o merengue cuidadosamente, nos limites do círculo e espalhe com uma espátula. Leve ao forno pré-aquecido (110ºC) e asse por 1:30 à 2:00h. Após esse tempo, introduza um palito que ao sair limpo indicará que está cozido. Desligue o forno e deixe o suspiro dentro por 3:00h aproximadamente até esfriar completamente e o merengue secar.

Chantilly:

Bata o creme de leite até formar picos moles, acrescente o açúcar de confeiteiro e bata novamente até o ponto de chantilly (picos médios).

Montagem:

Coloque o merengue no prato que irá servir, espalhe o chantilly e cubra com as frutas de sua preferência.

Dica: Se o seu forno, assim como o meu, iniciar em 180º, utilize um objeto, como uma colher de pau, por exemplo para manter a porta do forno entreaberta. No meu caso usei um prendedor de roupas de madeira. 

Deixe uma resposta